16.2 C
São Paulo
sexta-feira, julho 12, 2024

Por que a GetNinjas tem realizado demissões em massa?

Leia mais

Desde o início de 2024, a GetNinjas enfrentava um futuro incerto, em janeiro, a Reag Investimentos adquiriu a maior parte da companhia em uma Oferta Pública de Aquisição (OPA), assumindo o controle de 66% do negócio. Na última semana, a empresa anunciou uma cisão parcial e com isso, veio a confirmação de uma onda de demissões que afetou um terço do quadro de funcionários.

A GetNinjas confirmou os cortes em uma nota enviada ao Startups, mencionando que 30 colaboradores foram desligados, mas sem detalhar as áreas afetadas. Ex-funcionários, que preferiram não ser identificados, relataram que as demissões atingiram diversas áreas, incluindo comunicação, dados e tecnologia. 

Segundo uma dessas fontes, a justificativa para os cortes foi a necessidade de alinhar as despesas, já que a empresa “não estava se pagando”.

++Pagamentos por aproximação crescem no Brasil com expansão de uso pelo celular

Rafaela Mengui, Diretora de Pessoas e Cultura da empresa, afirmou que a redução no time é parte de uma reestruturação para alinhar os recursos da empresa com seus objetivos de longo prazo. 

Mengui destacou que a empresa está focada nas áreas de Produto, Tecnologia e Novos Negócios, e expressou gratidão pelas contribuições dos colaboradores desligados, comprometendo-se a apoiá-los durante a transição.

Esta foi a segunda onda de demissões na GetNinjas em pouco mais de um ano, em maio de 2023, a empresa já havia reduzido 20% de sua força de trabalho para “adequar as despesas e preparar o negócio para o futuro”.

As mudanças na força de trabalho refletem um redesenho maior pelo qual a companhia está passando desde a aquisição pela Reag. Na quarta-feira (26), a empresa aprovou em assembleia a cisão parcial da companhia e a incorporação do acervo cedido pela subsidiária Reag Trust, além da alteração da denominação social para GN. 

++Inteligência Artificial e a liderança: como aplicar no mundo corporativo

Esta reestruturação visa racionalizar a divisão das atividades operacionais entre as sociedades. Além disso, tem como objetivo revitalizar um negócio que vinha enfrentando dificuldades, após seu IPO em 2021, que levantou R$ 550 milhões, a GetNinjas viu sua receita e capital diminuírem significativamente, atingindo pouco mais de R$ 250 milhões no ano passado. 

Essa queda resultou em uma disputa entre a Reag e o fundador e CEO Eduardo L’Hotellier, que se estendeu por cerca de um ano e culminou na saída da empresa no fim de 2023.

Em novembro de 2023, com a Reag no controle, Leonardo Meneses, ex-Alvarez & Marsal, foi nomeado novo CEO da GetNinjas. Ao atingir 25% do capital da empresa, a companhia acionou o mecanismo de poison pill para a OPA, concluindo o processo em janeiro e alcançando 66% do controle acionário.

A cisão e as demissões recentes sinalizam uma nova fase para a GetNinjas, agora GN. 

Não deixe de nos seguir no Instagram para mais notícias da Pardal Tech

- Advertisement -spot_img
- Advertisement -spot_img

Últimas notícias