20.5 C
São Paulo
sexta-feira, julho 19, 2024

Google e BlackRock unem forças para expansão de energia solar em Taiwan

Leia mais

O Google anunciou uma parceria estratégica com a BlackRock para desenvolver um projeto de 1 gigawatt de energia solar em Taiwan. Este esforço faz parte da iniciativa da empresa para expandir sua capacidade energética e reduzir as emissões de carbono, impulsionada pelo crescimento da inteligência artificial.

O acordo, divulgado na segunda-feira, envolve um investimento de capital do Google na empresa taiwanesa New Green Power, sujeito à aprovação regulatória. Este investimento visa facilitar a construção da infraestrutura necessária para o projeto.

++ Apple Intelligence terá recursos do Google Gemini no lançamento

Segundo o Google, esta iniciativa contribuirá para aumentar a participação de energia limpa na rede elétrica de Taiwan e ajudará a empresa a alcançar seu objetivo de zerar emissões de carbono em todas as operações até 2030.

A nova capacidade solar irá abastecer os data centers e o serviço de nuvem do Google em Taiwan. Parte dessa energia limpa também será disponibilizada para fornecedores e fabricantes de chips da empresa na região.

Taiwan, responsável por quase 60% da produção mundial de semicondutores e uma parcela ainda maior de processadores avançados de IA, enfrenta um desafio significativo em termos de consumo de energia. A fabricação de chips é um processo intensivo em energia, tornando as instalações de produção algumas das maiores consumidoras de energia globalmente.

++ Pesquisa aponta que metade dos brasileiros planeja comprar veículos eletrificados

Atualmente, 97% da energia de Taiwan é gerada a partir de fontes não renováveis, como carvão e gás natural, segundo dados da Administração de Energia do Ministério dos Assuntos Econômicos de Taiwan. Esse cenário destaca a necessidade urgente de aumentar a produção de energia renovável no país.

De acordo com um relatório do Boston Consulting Group, espera-se que até 2030, as energias renováveis representem entre 30% a 50% da matriz energética na maioria dos mercados da região Ásia-Pacífico, exigindo um “investimento significativo”.

Essa parceria entre Google e BlackRock é um passo crucial para atender a essa demanda crescente por energia limpa, impulsionando a sustentabilidade na era da inteligência artificial.

Não deixe de nos seguir no Instagram para mais notícias da Pardal Tech

- Advertisement -spot_img
- Advertisement -spot_img

Últimas notícias