20.7 C
São Paulo
sexta-feira, julho 19, 2024

O que se pode esperar da Tesla em 2024?

Leia mais

A Tesla, conhecida fabricante de carros elétricos por conta de seu CEO Elon Musk, anunciou no último sábado (08) que não vai lançar o carro Model Y, uma linha atualizada em 2024. No mesmo dia, o presidente executivo da montadora sofreu uma baixa ao ver um fundo de investimentos falar que vai votar contra o pagamento de US$ 56 bilhões como remuneração. 

++Como a Nespresso virou o tubarão dentro do mercado de cafés

Como motivo para o não lançamento do Model Y, está a falta de competitividade que a empresa vem enfrentando. A Tesla tem demorado para atualizar modelos antigos e até os novos, mas além disso, está o fato dos altos juros em outros lugares do mundo, como a China, e a falta de aderência do consumidor que vê carros elétricos mais baratos no mesmo país. 

Musk, em sua conta no X (antigo Twitter), destacou apenas a falta de lançamento neste ano e só ponderou que todos os carros da montadora vão ser melhores um dia. 

“Nenhuma ‘atualização’ do Model Y será lançada este ano”, disse. 

“Então mesmo um carro seis meses mais novo será um pouco melhor”, completou o CEO.

No mesmo dia do anúncio, o fundo norueguês que investe na Tesla divulgou que vai votar contra a remuneração de US$ 56 bilhões para o CEO da empresa. Sendo o oitavo maior acionista da empresa, o fundo destacou para o número exorbitante e destacou que embora veja “o valor significativo gerado sob a liderança do Sr. Musk desde a data de concessão em 2018”. 

++Conheça a startup que usa de Inteligência Artificial para liberar crédito

Mas “continuamos preocupados com o tamanho total do prêmio, a estrutura dada pelos gatilhos de desempenho, a diluição e a falta de mitigação do risco de pessoas chave”, disse o Norges Bank Investment Management (NBIM).

Vale destacar que esse salário de Musk tinha sido aprovado em 2018, entretanto, um juiz anulou no começo deste ano por considerar injusto com os acionistas e uma “soma insondável”. 

Não bastasse essas questões para lidar, a Tesla ainda vem sofrendo com reações negativas da própria região nórdica por conta de sindicatos e fundos de pensão após a empresa recusar aceitar as demandas de mecânicos suecos por direitos de negociação coletiva em relação a salários. 

Não deixe de nos seguir no Instagram para mais notícias da Pardal Tech

- Advertisement -spot_img
- Advertisement -spot_img

Últimas notícias