20.5 C
São Paulo
sexta-feira, julho 19, 2024

Através da segurança cibernética, conheça a startup Cyber Horizon Group

Leia mais

Com a crescente complexidade das ameaças digitais e o uso intensificado de tecnologias emergentes como a Inteligência Artificial, garantir a segurança cibernética total das empresas tornou-se uma missão quase impossível. 

Visando enfrentar esse desafio de maneira inovadora, Bruno Moraes, ex-diretor de segurança da informação da Vivo e das Olimpíadas Rio 2016, decidiu criar a Cyber Horizon Group, uma startup que promete revolucionar o setor de segurança cibernética.

A Cyber Horizon Group é composta por três empresas especializadas, cada uma com um foco específico em segurança cibernética. A Red Wolves é uma empresa de segurança ofensiva que simula ataques hackers e oferece treinamentos em guerra cibernética, ela personifica a astúcia e agilidade necessárias para desafiar e fortalecer a defesa cibernética.

++Como o retorno ao trabalho presencial pode impactar em demissões nas empresas

Focada na defesa, a Blue Diamond monitora todos os sinais e garante a proteção digital dos clientes, simbolizando força, precisão e excelência através de sua iconografia do leão e diamante.

Especializada em estratégia, a Cyberstar desenvolve táticas de alto impacto em segurança digital, representando visão ampla, velocidade e precisão, com o falcão e a estrela como símbolos.

Para dar vida à startup, Bruno Moraes investiu R$ 2 milhões de seu próprio capital, delineando um planejamento estratégico em três fases ou “ondas”. A primeira foi focada nas vendas, conquista de clientes e fortalecimento da reputação da marca.

A segunda onda buscou por investidores, captação de recursos e contratação de mais executivos. Por fim, a terceira procurou a expansão internacional e a conquista de clientes globais.

Bruno destaca que, apesar do crescimento planejado, a excelência não será comprometida, ele enfatiza que no mercado de segurança, confiança é essencial e qualquer deslize pode ser difícil de corrigir.

++Como uma startup tem mudado o mercado da higiene

A Cyber Horizon Group também planeja lançar um e-commerce para vender produtos das suas três empresas, como bolas e bonecos representando os animais que simbolizam cada marca. 

Todo o faturamento gerado por esse e-commerce será destinado a ONGs de educação e combate à fome, refletindo o compromisso da empresa com a responsabilidade social.

Com três clientes já confirmados antes mesmo do lançamento (empresas de tecnologia, seguros e indústria), o Cyber Horizon Group prevê um crescimento significativo. 

A expectativa é aumentar a base de clientes em 300% no primeiro ano de operação, alcançando cerca de 30 clientes, principalmente de médias e grandes empresas.

De acordo com Bruno, a disparidade crescente entre empresas ciber-resilientes e aquelas que ainda não implementaram medidas adequadas de segurança representa um desafio significativo. 

Não deixe de nos seguir no Instagram para mais notícias da Pardal Tech

- Advertisement -spot_img
- Advertisement -spot_img

Últimas notícias