25.4 C
São Paulo
segunda-feira, julho 22, 2024

iFood lança banco digital focado em restaurantes

Leia mais

O iFood, conhecido por revolucionar o mercado de entregas de alimentos, está agora entrando no setor financeiro com o lançamento do iFood Pago, um banco digital voltado para restaurantes. Esta iniciativa, que começou como um teste interno, já conta com uma estrutura robusta e um nome oficial.

O iFood Pago começa suas operações com uma base impressionante: 140 mil contas que movimentam R$ 70 bilhões, uma carteira de crédito de R$ 1,5 bilhão e uma equipe de 700 pessoas, incluindo funcionários da Zoop. A Zoop, fintech de Banking as a Service (BaaS), foi incorporada ao iFood Pago após a compra dos 20% restantes da empresa que pertenciam à Movile. Apesar da integração, a Zoop continuará operando de forma independente, atendendo outros clientes do mercado.

++ Conheça a startup que deve ser “o cérebro” da Inteligência Artificial

Em entrevista para o portal ‘Startups’, Bruno Henriques, CEO do iFood Pago, estima que a nova operação possa gerar uma receita de R$ 1 bilhão até março de 2025, quando completará seu primeiro ano de atividade oficial. Henriques enfatiza que o iFood Pago tem como objetivo dobrar o tamanho do iFood, oferecendo melhores condições financeiras do que os bancos tradicionais, aproveitando seu profundo conhecimento do setor de alimentação para se tornar a principal conta bancária dos restaurantes.

A iniciativa irá operar em três áreas principais: crédito, gestão de dados (CRM) e adquirência. A empresa também está lançando uma máquina de cartão chamada “Maquinona”, que integra soluções de inteligência e gestão financeira. A expectativa é colocar 5 mil dessas máquinas no mercado nos próximos meses, com a meta de alcançar 50 mil até março do próximo ano. De acordo com a Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs), o Brasil possui mais de 11 milhões de terminais de pagamento em operação.

No entanto, além do iFood Pago, o iFood lançou em 2023 o iFood Benefícios, um cartão de benefícios com a bandeira Elo. Este movimento visa ampliar a presença da empresa além do ambiente digital, integrando soluções para o mundo físico dos restaurantes. Isso permitirá que estabelecimentos que utilizam os serviços do iFood ofereçam uma experiência personalizada aos clientes que possuem o cartão iFood Benefícios, proporcionando descontos e condições especiais para futuras visitas ou pedidos online.

++ Como a BRX Finance pode mudar o jeito de receber salário

Henriques ainda destaca que o objetivo do iFood Pago não é competir diretamente com grandes instituições financeiras, mas se posicionar como um banco especializado para restaurantes. “Queremos ser muito bons em precificação, recuperação e cobrança dentro desse nicho específico. A tese de ecossistema nos permite isso e muda o jogo”, afirma ele. Apesar da concorrência de grandes nomes como Itaú, Rede, Stone, Cielo e outros, Henriques acredita que o iFood Pago tem um diferencial competitivo significativo.

O uso do iFood Pago não será obrigatório para os restaurantes, mas Henriques confia que a adoção será natural devido aos benefícios oferecidos. Ele acredita que os restaurantes verão vantagens claras em organizar suas finanças e resolver problemas com as novas soluções tecnológicas proporcionadas pelo iFood Pago.

Atualmente, o iFood possui uma base de 350 mil restaurantes e realiza mais de 80 milhões de entregas por mês, com a expectativa de atingir 90 milhões em breve. Há planos para uma grande comemoração quando a marca de 100 milhões de pedidos mensais for alcançada.

Não deixe de nos seguir no Instagram para mais notícias da Pardal Tech

- Advertisement -spot_img
- Advertisement -spot_img

Últimas notícias