25.4 C
São Paulo
segunda-feira, julho 22, 2024

Através das mudanças, Apple vê vendas de iPhones saltarem 52% na China

Leia mais

Nesta quarta-feira (29), foi divulgado um novo balanço feito pela Apple, onde a empresa destaca que conseguiu um aumento de 52% em abril em relação à venda de iPhones na China. O crescimento se dá em comparação ao ano anterior, mas acaba sendo positivo para a empresa que se via perdendo espaço dentro do país. 

++Estudo revela primeira Inteligência Artificial a superar ser humano

A venda de produtos Apple já estava escalonando, é o que mostra os números de março, onde teve um crescimento de 12%. Para maio, a empresa prevê uma crescente também, visto que para competir com a Huawei a companhia resolveu fazer uma campanha de descontos, onde chegou a abater cerca de US$ 318 do preço inicial. 

O CEO da empresa, Tim Cook, tinha previsto esse aumento de vendas do iPhone em alguns mercados, incluindo o chinês, algo bem esperançoso para uma marca que tinha caído 8,1% de sua receita na região da China no segundo trimestre. 

++Startup busca educar fundadores sobre Inteligência Artificial

Segundo a CAICT (Academia Chinesa de Tecnologia da Informação e Comunicação), as vendas de marcas estrangeiras no país aumentaram cerca de 52% em abril, comercializando 3,495 milhões de unidades. Em comparação ao ano passado, esse número subiu 1,194 milhões.

Embora o estudo não especifique as marcas vendedoras, é inegável a volta do crescimento da Apple após alguns meses de instabilidade e vendo concorrentes como a Huawei crescendo ainda mais dentro de seu mercado. 

Com isso, essa parece ser uma virada de chave para a companhia que deve continuar sendo a vice-líder dentro do mercado asiático, que é um dos locais que mais consomem tecnologia, visto que as vendas gerais de smartphones na China cresceram 25,5%, chegando aos 22,7 milhões só em abril, é o que aponta o CAICT.

Não deixe de nos seguir no Instagram para mais notícias da Pardal Tech

- Advertisement -spot_img
- Advertisement -spot_img

Últimas notícias