15.3 C
São Paulo
domingo, julho 14, 2024

Startups brasileiras de IA atraem mais de US$ 110 milhões em investimentos no primeiro trimestre de 2024

Leia mais

O cenário das startups brasileiras está cada vez mais impulsionado pela inteligência artificial, conforme indica um novo levantamento da Sling Hub, no primeiro trimestre de 2024, as startups brasileiras que incorporam IA em suas soluções captaram mais de US$ 110 milhões em investimentos.

De acordo com o levantamento, foram realizadas 38 rodadas de investimento em startups cuja principal proposta de valor reside no uso intensivo de inteligência artificial, entre aquelas que têm a IA como parte central de seu negócio e possuem tecnologia proprietária, o montante movimentado foi de US$ 35 milhões, distribuídos em sete rodadas.

++Google firma parceria milionária com jornal para impulsionar conteúdos de IA

No primeiro trimestre deste ano, sete startups brasileiras AI-first receberam investimentos, na lista estão a Visio.ai, Fintalk, Traive, Cromai, Neowrk, Mantis-AI e Delfos. A agfintech Traive liderou as captações, recebendo um investimento de US$ 20 milhões do Banco do Brasil. 

A maioria das rodadas foi realizada no estágio seed, com exceção da Cromai, que recebeu investimento da série A, e da Traive, cujo estágio não foi divulgado.

Já no caso das startups AI-enabled, que utilizam IA para aprimorar soluções já existentes, a rodada de destaque foi da XMobots, especializada em drones, com um investimento de US$ 19,3 milhões. 

Das operações cujos estágios foram divulgados, uma foi de equity crowdfunding, duas foram de investimento-anjo, quatro de pré-seed e dez de seed. Apenas dois dos 31 investimentos não foram de equity.

++9 estratégias práticas para alcançar a riqueza financeira

No panorama da América Latina, o montante total de investimentos contabilizado pela Sling Hub foi de US$ 198 milhões, distribuídos em 54 rodadas. Este dado ressalta que o Brasil responde por mais da metade do volume de aportes, representando 55% do total.

Analisando os fundos de investimento, a Indicator Capital se destacou como o mais ativo na hora de investir em startups de IA, participando de três rodadas – um grauemeio, COGTIVE e Neowrk. Em seguida, estão a Astella (Traive e Gabriel) e a Bossa Invest (WeConecta e Celera). Outros fundos mencionados pelo estudo incluem Antler (que investiu na Znit e Arca), Crescera Capital (colmeia e Proffer) e EqSeed (PecSmart e JetBov).

Esses números refletem o crescente interesse e confiança dos investidores nas startups brasileiras que estão inovando com inteligência artificial, destacando o potencial do mercado nacional nesse campo tecnológico em ascensão.

Não deixe de nos seguir no Instagram para mais notícias da Pardal Tech

- Advertisement -spot_img
- Advertisement -spot_img

Últimas notícias