20.7 C
São Paulo
sexta-feira, julho 19, 2024

Como uma startup pode encontrar bactérias que podem tratar o câncer

Leia mais

A Kanvas Biosciences é uma startup que está desenvolvendo um trabalho de terapias que utilizam microrganismos que foram reconhecidos pela plataforma da empresa. Essa tecnologia visa explorar interações entre bactérias e células imunológicas no microbioma do paciente, o que acaba sendo utilizado para tratamento contra o câncer.

Sendo uma companhia de tecnologia que visa impactar o dia a dia das pessoas, a Kanvas conseguiu levantar cerca de US$ 12,5 milhões de investimento inicial. Fechando uma parceria com a DCVC e Lions Capital, a startup já conseguiu cerca de US$ 29,5 milhões em investimentos.    

“Sabemos que o microbioma é absolutamente crucial para a saúde humana, desde a digestão de nutrientes até o metabolismo de medicamentos e a regulação do sistema imunológico, mas não conseguimos caracterizá-lo adequadamente nem aproveitá-lo para o desenvolvimento de medicamentos”, destaca Matt Cheng, cofundador e CEO. 

++Empresa levanta US$ 425 milhões para fundo de investimentos; conheça quem é

A tecnologia da empresa foi criada a partir de um encontro dentro da Escola de Engenharia Biomédica Meinig da Universidade Cornell, onde Hao Shi, cofundador e diretor de tecnologia da Kanvas, se encontrou com Iwjin De Vlaminck, irmão de Cheng.

Com isso, começaram uma relação e posteriormente a criação da empresa, como primeiro trabalho, criaram o HiPR-FISH, uma máquina que usa sondas químicas que se ligam a áreas específicas de interesse do microbioma e acabam rotulando com um código de barras para diferenciar cada uma.  

“Então, eu pensei que se desenvolvêssemos uma nova plataforma de biologia espacial que realmente entendesse e caracterizasse o microbioma, poderíamos fazer coisas incríveis para ajudar as pessoas”, destaca. 

++Hackers liberam chave de ransomware na Indonésia e pedem doações em troca 

Trabalhando em conjunto com a empresa MD Anderson, a startup conseguiu criar um Google Maps para as bactérias do intestino, o que vai impactar no entendimento de como diferentes microrganismos estão interagindo. Além disso, a empresa identificou um super doador bacteriano que é um candidato ao medicamento chamado Kan-001. 

O remédio tem a capacidade de alterar a composição do microbioma do paciente em dezenas de cepas e assim o Kan-001 prepara o sistema imunológico para combater o câncer de forma mais eficaz e com ajuda da imunoterapia. 

“Após oferecer o produto a camundongos com sarcoma GF antes de usar um inibidor de checkpoint, a Kanvas descobriu que o medicamento retardou melhor o crescimento do tumor do que sem o KAN-001″, destacou Cheng.

Não deixe de nos seguir no Instagram para mais notícias da Pardal Tech

- Advertisement -spot_img
- Advertisement -spot_img

Últimas notícias