16.8 C
São Paulo
sexta-feira, julho 19, 2024

Quem são os 10 bilionários que mais perderam dinheiro em 2024

Leia mais

No primeiro semestre de 2024, vários bilionários enfrentaram quedas significativas em seus patrimônios líquidos. Elon Musk lidera a lista com a maior perda, principalmente devido à anulação judicial de seu pacote de compensação da Tesla, mas continua sendo a pessoa mais rica do mundo.

O CEO da Tesla viu seu patrimônio líquido cair de US$ 251,3 bilhões para US$ 221,4 bilhões, a principal razão para essa queda foi a anulação judicial de seu pacote de compensação de US$ 51 bilhões da Tesla. 

Embora os acionistas tenham aprovado parcialmente o pacote, a incerteza jurídica e a queda nas ações da Tesla, onde Musk detém 13%, contribuíram para a diminuição de seu valor. Mesmo assim, mantém investimentos significativos em outras empresas como a startup de inteligência artificial xAI, avaliada em US$ 14,4 bilhões, e a SpaceX, avaliada em US$ 75 bilhões.

++Copenhagen Fashion Week tem pela primeira vez um patrocínio de uma empresa brasileira

O segundo da lista é Dieter Schwarz, proprietário do Schwarz Group, que inclui os supermercados Lidl e Kaufland, viu sua riqueza diminuir em US$ 15,4 bilhões, embora os detalhes específicos dessa perda não tenham sido amplamente divulgados.

Na terceira colocação, Carlos Slim Helu e sua família viram seu capital ser reduzido ao sair de US$ 110,3 bilhões para US$ 91,4 bilhões. O magnata mexicano é dono do grupo de telecomunicações América Móvil, sua queda se dá por conta do valor das ações de seu conglomerado.

Zhong Shanshan, fundador da Nongfu Spring, uma das maiores empresas de água engarrafada da China, perdeu US$ 11,3 bilhões devido a flutuações no mercado e no setor de bens de consumo na China e é o quarto bilionário dentro dessa lista.

Na quinta colocação, está o empresário australiano Andrew Forrest, fundador da Fortescue Metals Group, que viu sua fortuna cair em US$ 9,5 bilhões, impactada pela volatilidade nos preços do minério de ferro e desafios no setor de mineração.

++Conheça a startup brasileira que pretende atrair clientes para os ares de São Paulo

A sexta colocada é Françoise Bettencourt Meyers, herdeira da L’Oréal, que perdeu US$ 9,4 bilhões devido a uma queda nas ações da gigante de cosméticos. Logo em seguida vem o dono do Swoosh, Phil Knight, cofundador da Nike, que teve uma redução do patrimônio líquido de US$ 42,9 bilhões para US$ 33,7 bilhões, acompanhando a queda nas ações da empresa de artigos esportivos. 

Estando no final do levantamento, James Ratcliffe, fundador da gigante de produtos químicos Ineos, teve sua fortuna diminuída em US$ 7,5 bilhões, refletindo a volatilidade no setor químico e industrial. Já Bernard Arnault, presidente do conglomerado de luxo LVMH, viu seu dinheiro cair de US$ 200,7 bilhões para US$ 193,8 bilhões devido à queda nas ações de sua empresa.

Low Tuck Kwong, empresário do setor de mineração de carvão, fecha nossa lista com a grande marca de perda de US$ 6,7 bilhões, devido à flutuação nos preços das commodities e desafios operacionais no setor.

Não deixe de nos seguir no Instagram para mais notícias da Pardal Tech

- Advertisement -spot_img
- Advertisement -spot_img

Últimas notícias