15.3 C
São Paulo
domingo, julho 14, 2024

Apple explora aliança com Meta para impulsionar Inteligência Artificial em seus dispositivos

Leia mais

 

A Apple está explorando novas colaborações para fortalecer seu pacote de serviços de inteligência artificial, Apple Intelligence. De acordo com o Wall Street Journal, a empresa está em negociações com a Meta para integrar os modelos de IA da companhia de Mark Zuckerberg no iOS, iPadOS e macOS.

Na recente WWDC, a Apple anunciou uma colaboração com a OpenAI para incorporar o ChatGPT à Siri, permitindo que o chatbot execute tarefas criativas e realize pesquisas detalhadas. A empresa destacou seu esforço contínuo em trazer mais modelos de IA generativa para seus dispositivos.

++ Nova startup de Ilya Sutskever promete avanços em IA segura

Ainda de acordo com o Wall Street Journal, além da Meta, a Apple também está em contato com outras gigantes do setor de inteligência artificial, como Google, Anthropic (desenvolvedora do Claude) e Perplexity. O objetivo é oferecer aos usuários a liberdade de escolher o modelo de IA que preferem usar para diferentes tarefas.

As negociações com a Meta estão em andamento e detalhes específicos ainda não foram revelados. A Meta, conhecida por sua atuação no campo da IA generativa, lançou recentemente o modelo de linguagem Llama 3, o mais avançado da empresa até o momento, em abril deste ano.

No entanto, é importante ressaltar que a Apple aparentemente não pagou nada à OpenAI pelo ChatGPT. Segundo a Bloomberg, a Apple compensa o serviço proporcionando exposição da tecnologia em seus produtos, além de receber uma porcentagem das novas assinaturas do ChatGPT Plus realizadas diretamente pelos dispositivos Apple, similar ao modelo de negócios da App Store.

++ OpenAI lança nova ferramenta que deve impactar Inteligência Artificial

A potencial parceria entre Apple e Meta é notável, considerando os conflitos anteriores entre as duas empresas. A Meta sofreu um impacto significativo em sua receita em 2022 devido à política de privacidade da Apple, que introduziu o recurso App Tracking Transparency, exigindo consentimento dos usuários para rastreamento de dados, afetando a receita de anúncios das redes sociais.

Além disso, no início do ano, Mark Zuckerberg criticou publicamente a Apple e o Google durante uma audiência no Congresso dos EUA, afirmando que a responsabilidade de monitorar a idade dos jovens em aplicativos deveria ser dos recursos de controle parental da App Store e da Google Play Store, e não da Meta.

A possível parceria pode sinalizar uma mudança nas relações entre as empresas no mercado impulsionada pela IA. A integração do ChatGPT ao Apple Intelligence já demonstra essa mudança, considerando que a OpenAI recebeu investimentos da Microsoft, uma grande concorrente da Apple no mercado de computadores.

Não deixe de nos seguir no Instagram para mais notícias da Pardal Tech

- Advertisement -spot_img
- Advertisement -spot_img

Últimas notícias