13.9 C
São Paulo
sábado, julho 13, 2024

Tesla entra na justiça, mais uma vez, contra o bônus para Elon Musk

Leia mais

Nesta segunda-feira (17), a Tesla divulgou uma carta que também foi encaminhada para a juíza Kathleen McCormick, onde a empresa alegava que os votos dos acionistas a favor do bônus de US$ 56 bilhões para o fundador da empresa, Elon Musk, impactava significativamente a companhia. 

Na carta, a empresa afirma que as partes envolvidas deveriam ter uma exposição de suas interpretações legais da ratificação do pagamento em vez de progredir com o caso no cronograma. 

++TikTok vai ter criadores de conteúdo feitos por Inteligência Artificial

Vale destacar que os acionistas da Tesla votaram a favor desse bônus para Musk, entretanto, a juíza destacou que os integrantes da Tesla não estavam totalmente informados sobre o fato de que outros diretores do Conselho de Administração estavam em dívida com o empresário e que isso afetou as negociações. 

Essa é a segunda vez que a Tesla entra na justiça do estado de Delaware contra o empresário sul-africano. Na época, a empresa também questionava o pagamento exacerbante da companhia para o CEO. 

Com isso, a Tesla espera reverter, mais uma vez, a decisão junto com a juíza Kathleen McCormick, que já tinha invalidado o bônus justificando que seria injusto com os demais acionistas da empresa. 

++Latam usa Inteligência Artificial para melhorar suas operações

A decisão ainda pode ser levada para a Suprema Corte do estado, os advogados dos acionistas querem cerca de US$ 5 bilhões enquanto a Tesla destaca que Musk deveria receber cerca de US$ 13,6 milhões.

Não deixe de nos seguir no Instagram para mais notícias da Pardal Tech

- Advertisement -spot_img
- Advertisement -spot_img

Últimas notícias