14.5 C
São Paulo
sábado, julho 13, 2024

Logística: O crescimento promissor das Logtechs

Leia mais

Enquanto muitos apontam o sucesso das SaaS ou fintechs como exemplos do dinamismo das startups brasileiras nos últimos anos, poucos reconhecem o potencial das logtechs. No entanto, para os empreendedores por trás dessas startups de logística, o caminho para o crescimento está apenas começando. Em um setor que se torna cada vez mais estratégico e presente em todas as empresas, o transporte tem experimentado um crescimento constante, com pelo menos dois dígitos nos últimos anos.

“Eu acredito que esse crescimento não será contido, dada a crescente demanda dos consumidores e a expansão contínua do mercado”, enfatiza Pedro Prado, cofundador e CEO da LogShare, empresa especializada em soluções de frete reverso.

++ Recente pesquisa com CEOs mostra a crescente popularidade do trabalho híbrido

Os números corroboram essa visão. De acordo com o Distrito LogTech Report, as startups de logística estão em franca expansão no Brasil, somando um total de 283 empresas. Dessas, 46 estão focadas no transporte de cargas, com mais da metade surgindo entre 2015 e 2020. Em termos de investimento, desde 2011 foram aportados US$ 1,3 bilhão nesse mercado, distribuídos em aproximadamente 100 rodadas de investimento.

No entanto, esse otimismo encontra obstáculos tecnológicos. Apesar do setor logístico responder por 12% do PIB nacional, a falta de tecnologia para otimização é evidente. Segundo a Associação Brasileira de Operadores Logísticos, 80% das empresas no Brasil ainda realizam a gestão logística por meio de planilhas de Excel. “A ausência de tecnologia é um fator crítico que impacta negativamente a produtividade do transporte”, alerta Victor Cavalcanti, fundador e CEO da InFleet, startup voltada para gestão de frotas.

++ Descubra a Revolução dos Robôs no Mercado Livre

Entretanto, a constante inovação, aliada à crescente demanda por serviços logísticos mais avançados, cria um ambiente propício para o crescimento das logtechs no país. “Estamos testemunhando uma verdadeira revolução no setor logístico brasileiro, com uma gestão de transporte cada vez mais eficiente, rotas mais inteligentes e previsões de demanda mais precisas”, destaca Victor Cavalcanti, cofundador e CEO da InFleet.

Esse cenário tem despertado o interesse de investidores, que enxergam o enorme potencial de crescimento das logtechs brasileiras. A perspectiva é de que o Brasil se torne uma potência nesse segmento nos próximos anos, impulsionando não apenas a logística, mas também o desenvolvimento econômico do país.

Não deixe de nos seguir no Instagram para mais notícias da Pardal Tech

- Advertisement -spot_img
- Advertisement -spot_img

Últimas notícias