20.7 C
São Paulo
sexta-feira, julho 19, 2024

Inovação no sudeste asiático: solo fértil para startups

Leia mais

Com a economia em franca expansão e uma população consumidora colossal – contabilizando 618 milhões de pessoas – o Sudeste Asiático está testemunhando um avanço marcante nos investimentos em inovação e tecnologias emergentes, erguendo-se como terreno propício para o florescimento de startups.

Cingapura se ergue como um farol de inovação na região, sendo aclamada como o próprio Vale do Silício asiático, graças aos seus substanciais aportes em tecnologia, incentivos governamentais, criação de polos tecnológicos e sua habilidade de atrair multinacionais.

Além de Cingapura, outros países que integram o Sudeste Asiático, como Brunei, Mianmar, Camboja, Indonésia, Malásia, Filipinas, Tailândia e Vietnã, também têm se destacado neste cenário promissor. Gigantes globais, a exemplo da Microsoft, estão apostando fortemente na região.

Recentemente, a empresa anunciou um investimento de US$ 17 bilhões na Indonésia ao longo dos próximos quatro anos, visando impulsionar a inteligência artificial e a computação em nuvem, incluindo a construção de data centers no país. Com objetivos similares, a Microsoft planeja também injetar US$ 22 bilhões na Malásia e estabelecer uma infraestrutura tecnológica na Tailândia.

++ Gestão financeira empresarial: desvende o setor que impulsiona os negócios

Graças a políticas governamentais favoráveis ao empreendedorismo e a um ambiente dinâmico de progresso tecnológico, o ecossistema de inovação do Sudeste Asiático cresce de forma contínua. Startups de diversos setores têm contribuído para o acelerado desenvolvimento econômico regional.

Aqui estão algumas das startups que se destacam na região:

Fang Thai Factory (Tailândia): Sob a liderança de Jaruwan Khammuang, esta startup tailandesa transforma resíduos de arroz em embalagens descartáveis, contribuindo para a preservação do meio ambiente.

Grab (Cingapura): Conhecida como o “Uber asiático”, a Grab oferece uma variedade de serviços, desde caronas e entrega de comida até meios de pagamento. Fundada na Malásia, a empresa se expandiu para se tornar uma plataforma “all in one” em oito países da região.

Gojek (Indonésia): Principal rival da Grab, a Gojek começou como um serviço de call center em 2009 e evoluiu para uma plataforma de transporte que inclui mototáxis e serviços de entrega. A empresa também é conhecida por sua carteira digital, o Go-Pay, que se tornou um dos principais serviços de pagamento na Indonésia.

++ Accenture inaugura Gen AI studio em São Paulo

MoMo (Vietnã): A MoMo é a e-wallet mais popular do Vietnã, com mais de 23 milhões de usuários ativos. Sua plataforma permite transações móveis e é amplamente aceita em estabelecimentos comerciais no país.

Naluri Life (Malásia): Fundada em Kuala Lumpur, esta startup de saúde digital combina abordagens orientadas por humanos com inteligência artificial para melhorar a saúde física e mental. Desde sua criação em 2017, a Naluri Life já atraiu mais de US$ 7 milhões em investimentos.

O Sudeste Asiático se configura como um epicentro pulsante de inovação e empreendedorismo, impulsionado por uma conjunção única de fatores econômicos, políticos e culturais.

Não deixe de nos seguir no Instagram para mais notícias da Pardal Tech

- Advertisement -spot_img
- Advertisement -spot_img

Últimas notícias