20.7 C
São Paulo
sexta-feira, julho 19, 2024

Pesquisa aponta qual é a doença que mais atinge o trabalhador

Leia mais

Uma pesquisa realizada com aproximadamente 7.500 funcionários revelou que 67% dos profissionais sentem alguma forma de Burnout. Desses, 23% afirmaram sentir-se esgotados no trabalho com muita frequência ou sempre, enquanto 44% relataram sentir-se esgotados ocasionalmente.

O Burnout é frequentemente resultado de estresse prolongado, especialmente no ambiente de trabalho, onde indivíduos se sentem sobrecarregados e subestimados, enfrentando cargas de trabalho pesadas e prazos apertados. 

A Organização Mundial da Saúde (OMS) classifica a doença como um “fenômeno ocupacional”, definindo-o como “uma síndrome resultante do estresse crônico no local de trabalho que não foi gerenciado com sucesso”.

++China atinge marco com mais de 4,5 mil empresas de inteligência artificial

Embora o esgotamento esteja se tornando cada vez mais comum, ele não deve ser considerado um estado de vida sustentável. Felizmente, é possível fazer mudanças necessárias para escapar do Burnout, adotando uma abordagem proativa para se livrar de uma lista interminável de afazeres e abraçar a vida plenamente.

A jornada para superar começa com o reconhecimento dos sinais desta condição, a doença pode parecer insuperável enquanto se está vivendo a experiência, mas é importante identificar seus sintomas. 

Entre eles, estão insônia, náusea, fadiga, sensação de inutilidade e dores de cabeça recorrentes, o Burnout também pode levar à insatisfação no trabalho, nos hobbies e nos relacionamentos.

Avaliar e entender as causas profundas é crucial para desenvolver uma estratégia eficaz de recuperação, um dos primeiros passos é priorizar o autocuidado e encontrar um bom equilíbrio entre trabalho e vida pessoal. 

++Magalu e AliExpress formam parceria estratégica para expansão de vendas

Isso inclui estabelecer limites claros, garantir descanso e relaxamento adequados, engajar-se em atividades físicas regulares e nutrir o corpo com uma dieta equilibrada. Construir relacionamentos de apoio também é essencial para a transição do Burnout para a felicidade. 

Conversar com amigos, familiares ou colegas sobre seus sentimentos pode aliviar o estresse e proporcionar novas perspectivas. Desacelerar, mesmo que pareça impossível, é fundamental para a recuperação.

Superar o Burnout não acontece da noite para o dia, requer conscientização, autocuidado, relacionamentos de apoio, um senso de propósito e, às vezes, ajuda profissional. 

Não deixe de nos seguir no Instagram para mais notícias da Pardal Tech

- Advertisement -spot_img
- Advertisement -spot_img

Últimas notícias