13.9 C
São Paulo
sábado, julho 13, 2024

Amazon vai lançar nova Alexa com Inteligência Artificial

Leia mais

A Amazon está pronta para lançar uma nova versão da sua assistente de voz, a Alexa, que será baseada em Inteligência Artificial e terá uma abordagem mais conversacional, a empresa pretende lançar essa atualização ainda nesse ano e planeja cobrar uma taxa de assinatura mensal para compensar os custos da tecnologia envolvida. A informação foi divulgada pela CNBC nesta quarta-feira (22).

Em setembro, a Amazon anunciou que estava trabalhando em uma versão da Alexa com suporte de IA, como resposta à crescente concorrência dos chatbots desenvolvidos pela OpenAI e Google, esse movimento foi reiterado na carta anual aos acionistas publicada pela empresa no mês passado, onde a Amazon destacou seus esforços em criar aplicativos de Inteligência Artificial generativa para seus negócios de consumo, incluindo uma Alexa mais avançada.

++Cinco apps essenciais para aprimorar seu inglês em 2024

Apesar de ainda não ter definido o preço da nova assinatura, a empresa esclareceu que esta não será incluída em sua popular oferta anual Amazon Prime, conforme informações de pessoas familiarizadas com os planos da empresa.

Com o lançamento da nova Alexa ocorre em um cenário de intensa concorrência no campo da Inteligência Artificial, recentemente, a OpenAI revelou seu novo modelo de IA, o GPT-4, que permite interações em tempo real com o ChatGPT. 

O Google, por sua vez, lançou versões atualizadas do seu chatbot, Gemini, e fez melhorias em seu mecanismo de busca, além dele, a Apple também está planejando modernizar sua assistente virtual, Siri, com recursos de IA, conforme relatos da mídia.

++Startup brasileira de auxílio a motoristas de apps conquista mercado global após investimento de R$ 5,9 mi

A Amazon utilizará seu próprio modelo de linguagem, o Titan, para a atualização da Alexa, a empresa tem investido fortemente em Inteligência Artificial, incluindo um aporte de 4 bilhões de dólares na Anthropic, cuja IA, Claude, compete diretamente com o ChatGPT.

Entretanto, existem preocupações entre os investidores de que a vantagem inicial da Microsoft na corrida pela IA, devido ao seu investimento na OpenAI, possa permitir que ela capture uma maior fatia de mercado no setor de nuvem, atualmente dominado pela Amazon Web Services (AWS).

Não deixe de nos seguir no Instagram para mais notícias da Pardal Tech

- Advertisement -spot_img
- Advertisement -spot_img

Últimas notícias