13.9 C
São Paulo
sábado, julho 13, 2024

Conheça o bilionário que deseja comprar o TikTok

Leia mais

Frank McCourt, um bilionário americano conhecido por seu envolvimento em esportes, está de olho no TikTok. Ex-proprietário do time de beisebol Los Angeles Dodgers, McCourt tem uma fortuna estimada de US$ 1,4 bilhão segundo a Forbes. 

Para conseguir comprar o aplicativo, o empresário anunciou recentemente a formação de um consórcio para adquirir a popular rede social nos Estados Unidos, que conta com investimentos do banco Guggenheim Securities e consultoria do escritório de advocacia Kirkland & Ellis.

O interesse de McCourt pelo TikTok surge em um momento crucial, apenas um mês após o presidente Joe Biden sancionar uma lei que pode proibir o aplicativo no país, de acordo com a nova legislação, o APP deve ser vendido pela sua controladora chinesa ByteDance a uma empresa americana dentro de 270 dias para evitar o banimento.

++Empresa de Virginia Fonseca bate R$ 15 milhões de faturamento em 1 hora

Frank McCourt fez sua fortuna através de investimentos em mercados imobiliário, esportivo, tecnológico e de mídia, através de sua empresa, a McCourt Global, ele comprou o LA Dodgers em 2004 e vendeu o time por US$ 2,2 bilhões em 2012. Em 2016, adquiriu o time de futebol francês Marseille por € 45 milhões.

Apesar de não usar o TikTok, McCourt está interessado no papel transformador da tecnologia na sociedade, através do Project Liberty, uma iniciativa criada por ele para promover uma “internet melhor”, o empresário planeja colocar o empoderamento dos dados e das pessoas no centro da plataforma TikTok. 

O bilionário quer migrar a rede social para um modelo de código aberto, permitindo que os usuários tenham mais controle sobre suas identidades e dados digitais.

No comunicado em seu site do Project Liberty, McCourt afirma que a aquisição visa permitir que os usuários do TikTok “recuperem o poder de ação sobre suas identidades e dados digitais”. 

Ele propõe a colaboração com acadêmicos, tecnólogos, cientistas comportamentais, psicólogos, especialistas econômicos, além de parceiros comunitários, pais e cidadãos, para melhorar a experiência na plataforma.

++Microsoft lança nova linha de computadores com sua tecnologia Copilot+

O Project Liberty, fundado com um investimento de US$ 500 milhões, é uma organização global sem fins lucrativos que inclui parcerias com universidades como Georgetown, Stanford e Sciences Po, além de 90 organizações civis, a iniciativa trabalha na criação de um Protocolo de Rede Social Descentralizada (DSNP) de código aberto.

A visão de McCourt para o TikTok já recebeu apoio de figuras como Jonathan Haidt, autor de “The Anxious Generation”, Haidt vê na proposta de McCourt uma oportunidade para criar uma “internet alternativa” que mitiga os problemas de saúde mental associados ao uso de smartphones e redes sociais.

No entanto, a ByteDance, controladora chinesa do TikTok, não está disposta a vender a rede social facilmente, recentemente, TikTok e ByteDance entraram com uma ação judicial contestando a lei sancionada por Biden, alegando que a legislação representa um ataque à liberdade de expressão. 

A ByteDance argumenta que a lei é uma tentativa inconstitucional de regular a propriedade do aplicativo e que não há evidências de que a empresa represente uma ameaça à segurança nacional.

Não deixe de nos seguir no Instagram para mais notícias da Pardal Tech

- Advertisement -spot_img
- Advertisement -spot_img

Últimas notícias